Pesquisar
  • Sumário executivo

    Para criar a organização de TI que viabilize uma empresa moderna e digital, os CIOs (Chief Information Officer) estão analisando suas infraestruturas, aplicativos e modelos operacionais. Centenas deles já pediram que a EMC e a VMware ajudassem a analisar suas situações atuais, avaliando lacunas e priorizando ações que podem ser tomadas para a criação de uma organização de TI pronta para a era digital que a empresa precisa.

    O estado da transformação digital é uma análise de dados fornecida pelos CIOs e seus subordinados diretos que participaram de um workshop de transformação realizado pela EMC ou pela VMware. Mais de 660 organizações participaram desse workshop. Não se trata de uma amostra randomizada de entrevistados, mas de uma análise das organizações que estão realmente no meio de uma transformação da TI.

    Leia o relatório completo e veja como sua organização se compara a outras organizações do setor.

    Onde os CIOs mais querem melhorar?

    Os CIOs estão em busca da redução dos custos de TI e do investimento dessas economias na transformação digital. Muitos veem a adoção das tecnologias de nuvem como uma forma de economia não apenas com os custos de infraestrutura, mas, mais importante que isso, uma economia de custos operacionais. 

    Infraestrutura em nuvem

    Os CIOs enxergam a criação de uma arquitetura de nuvem híbrida como uma ativadora-chave para o fornecimento de automatização e autoatendimento que reduzirá os custos operacionais. 70% querem padronizar a arquitetura de nuvem híbrida nas organizações entre 2016 e 2017, sendo que atualmente 90% estão na fase de avaliação ou POC.

    Embora 91% das organizações não tenham meios consistentes de avaliação das cargas de trabalho para a nuvem híbrida, 61% das organizações planejam avaliar a adequação de seu portfólio de aplicativos para o fornecimento da nuvem híbrida, fundamentados pelas necessidades dos processos de negócios e pela sensibilidade dos dados correspondentes nos próximos 18 a 24 meses.

    Modelo operacional

    Como parte do modelo operacional, a estratégia de serviços foi identificada por 80% das organizações como a principal área na qual elas desejam melhorar entre 2016 e 2017. Elas gostariam de executar a TI como um negócio focado no cliente. Essas organizações valorizam o desenvolvimento dos processos, funções e habilidades para um gerenciamento bem-sucedido da oferta e da demanda do portfólio de TI.

    A melhor maneira de fazer isso é por meio da automatização e da capacitação dos usuários com portais de autoatendimento que viabilize uma tomada de decisões de consumo baseadas em valor. 80% querem padronizar os serviços em um catálogo focado nos negócios com um portal de autoatendimento, e 77% querem provisionar os recursos de infraestrutura dinamicamente ou em menos de um dia.

    Aplicativos

    Uma parte crucial da transformação digital é a capacitação e a aceleração do desenvolvimento de aplicativos. Os CIOs querem criar processos ágeis e automatizar o fornecimento de plataformas, de modo que consigam ajudar suas empresas a criar uma vantagem competitiva por meio de um desenvolvimento mais rápido de software. Porém, o progresso aqui é lento. As principais lacunas que os CIOs e suas equipes identificaram no estado da transformação da TI em relação aos aplicativos estão nos tempos de desenvolvimento de software e nas plataformas nativas na nuvem. 82% das empresas não têm um framework de aplicativos dimensionável e independente de infraestrutura para criar de modo rápido e consistente aplicativos nativos na nuvem e amigáveis aos dispositivos móveis. Talvez, devido à falta de um framework moderno de desenvolvimento, 68% dos participantes demoram entre 6 e mais de 12 meses para concluir um novo ciclo de vida de desenvolvimento.

    Conclusão

    Esta análise mostra que os CIOs estão priorizando as áreas nas quais eles vão obter o maior retorno na construção de uma organização de TI pronta para a era digital que os negócios precisam. Ao longo dos últimos anos, os participantes fizeram avanços significativos em suas iniciativas de transformação. Isso é facilmente observável ao comparar os percentuais das áreas nas quais os participantes se avaliaram com o menor nível. Um pouco mais de 50% dos participantes nos últimos 18 meses se autoavaliaram como empresas com uma maturidade geral muito baixa, em comparação a cerca de 70% dos participantes de 5 anos atrás. Isso é verdade independentemente do setor, geografia ou área. A área de maior destaque em termos de melhoria foi a de estratégia de serviços.

  • Documentos e recursos

    Veja a comparação com sua organização

    O Workshop EMC de transformação da TI reunirá seus executivos e obterá um consenso entre sua equipe:

    • Identificaremos as lacunas e desenvolveremos recomendações para corrigi-las 
    • Faremos um benchmark com sua organização e realizaremos uma comparação com outras organizações do setor em relação às principais métricas de transformação 
    • Priorizaremos os próximos passos e forneceremos um retorno sobre o investimento para executá-los, tudo com base em seu orçamento e seu cronograma