• Armazenamento em object

    • Uma arquitetura de armazenamento que gerencia dados como objetos em oposição ao armazenamento em file, que usa uma estrutura de diretórios hierárquica. Um objeto contém dados, metadados e um identificador global único. O armazenamento em object é o preferido para aplicativos em nuvem por causa de sua capacidade de dimensionar massivamente, da acessibilidade por meio de APIs comuns e da capacidade de usar um namespace que pode abranger várias instâncias de hardware físico.

    • Quem usa o armazenamento em object e por quê?

      Desenvolvedores de aplicativos programam com APIs comuns para gravar todos os tipos de aplicativos baseados em nuvem (modernos), inclusive aplicativos móveis. Esses aplicativos modernos usam o armazenamento em object em vez de armazenamento em file ou em block tradicional. Os gerentes de TI usam o armazenamento em object para armazenar dados não estruturados de modo econômico para os seguintes usos: Repositório de conteúdo global distribuído geograficamente, arquivamento estático, armazenamento da Internet das Coisas (IoT) e lógica analítica. O armazenamento em object é usado para armazenar com eficiência dados não estruturados, como dados de IoT, arquivos gráficos, dados de sensores etc.

      Como o armazenamento em object funciona?

      O armazenamento em object é diferente do armazenamento em file, uma vez que o armazenamento em object não tem uma árvore de diretórios com pastas e subpastas. Um objeto contém dados e metadados, bem como um número de identificação global exclusivo. Com o armazenamento em object, não há diretórios nem pontos de montagem.  Um índice é usado para armazenar o número de identificação para proporcionar fácil recuperação. Aplicativos e usuários finais não precisam conhecer a localização do arquivo; eles simplesmente fornecem o ID exclusivo e o sistema recupera os dados. Além disso, um sistema de armazenamento em object apresenta um namespace global, único e fixo, independentemente do número de nós ou localizações geográficas. Isso resulta em independência de localização sem a necessidade de um file system para a governança do posicionamento de dados. Vários nós e locais aparecem como um sistema de armazenamento único e lógico. A replicação e a distribuição geográfica de dados é orientada por objetos de políticas, em vez de infraestrutura exclusiva de replicação e backup.

      Quais são os benefícios do armazenamento em object?

      Um fator determinante para a economia proporcionada com o armazenamento em nuvem é começar com um sistema de armazenamento acessível. As complexidades e restrições de file systems desatualizados que alimentam arrays de armazenamento NAS e SAN tradicionais podem neutralizar facilmente a possível economia de custos do armazenamento em nuvem complicando a administração do armazenamento, determinando o dimensionamento com limites de capacidade artificiais e impondo a restrição do revendedor com caro hardware patenteado. O armazenamento em object se adapta muito melhor a infraestruturas em nuvem. Em vez de usar um file system complexo, difícil de gerenciar e antiquado, os sistemas de armazenamento em object aproveitam um espaço de endereço fixo único que permite o encaminhamento de dados para os sistemas de armazenamento corretos, especifica o ciclo de vida do conteúdo e mantém dados ativos e arquivados em um só nível com os níveis de proteção apropriados. Isso permite que o armazenamento em object forneça um valor melhor alinhando o valor dos dados e os custos de seu armazenamento sem exigir custos adicionais opressivos de sobrecarga de gerenciamento para mover dados manualmente para o nível apropriado, ao mesmo tempo que fornece escalabilidade infinita com o fim de dar suporte a recursos de capacidade de armazenamento em nuvem sob demanda. 

      Outros benefícios do armazenamento em object incluem

      • O armazenamento em object também é projetado para funcionar com eficiência máxima em hardware genérico de servidor.
      • O armazenamento em object fornece acesso fácil a armazenamento em qualquer lugar, a qualquer momento e a qualquer dispositivo, via HTTP.
      • O armazenamento em nuvem é fornecido comumente como um aplicativo Storage as a Service (SaaS, armazenamento como serviço) via Internet, por isso usar o HTTP como protocolo primário para acessar pools de armazenamento em object simplifica, de modo considerável, o processo para que provedores de armazenamento em nuvem integrem sistemas de armazenamento em object em suas ofertas de serviços.
    • Saiba mais